A concorrência e os concorrentes são sempre um assunto delicado em qualquer estratégia empresarial. Que ferramentas SEO pode utilizar para compreender a sua concorrência em 2022?

Embora os gestores de marca possam pensar em websites dos concorrentes como todos aqueles que têm ofertas de produtos semelhantes a eles, na área de SEO, o concorrente é qualquer site que vise os mesmos termos de pesquisa.

Concorrência em SEO

A Wikipédia não vende nenhum produto de grande consumo, mas aparece com frequência em vários resultados e tem um posicionamento no Google excelente.

Da mesma forma, qualquer outro site que forneça informação que possa satisfazer a intenção de consulta de um utilizador deve ser acrescentado ao conjunto competitivo. 

Todos os sites deste conjunto competitivo devem ser monitorizados ou pelo menos observados de vez em quando para verificar o seu crescimento.

Preste atenção às táticas específicas do seu concorrente, seja no tipo de conteúdo ou na configuração técnica. 

Como é que, especificamente, esse site está a impulsionar o crescimento?

Como aprender com a concorrência

Se há algo que está a funcionar para eles, aprenda a fazê-lo melhor. 

Se um concorrente estiver a gerar tráfego a partir de um conjunto específico de perguntas, mas não eficazmente, pode responder à intenção da pergunta e servir o utilizador melhor.

Responder à intenção da consulta é uma oportunidade de criar um melhor conteúdo.


Conteúdo em SEO

Se um concorrente criou conteúdo num tópico específico, mas deixou grandes lacunas abertas na sua cobertura do tópico, esta é uma oportunidade de o fazer melhor. 

Um concorrente pode ter uma abordagem ampla que pode ser melhor capitalizada com uma estratégia muito mais restrita. 


Ligações em SEO

Observar como e porque um concorrente recebe ligações é outra grande estratégia para o crescimento. 

Desde que um concorrente esteja a acumular ligações de uma forma acima da média, tentar compreender a intenção que leva alguém a estabelecer ligações, a menção com link, pode levar a ideias ainda melhores sobre onde encontrar novas ligações para o seu próprio site.

Nota: Se um concorrente estiver a utilizar táticas de links ilegítimos, pode ser reconfortante saber que são provavelmente igualmente fracos em outras áreas do negócio.


Ferramentas em SEO

Para aprender com a concorrência, utilize três ferramentas principais.

1. Pesquisa no Google

Pesquisar o site do concorrente no Google, utilizando as consultas do site (site: nomedamarca.com) para ver como surgem no motor de pesquisa.

Observar quantas páginas tem, etiquetas de título, meta descrições, páginas que provavelmente não queriam indexadas, imagens e a sua estratégia de conteúdo.

2. Ferramenta de ligações

Há muito boas ferramentas para avaliar backlinks.
O objetivo é pesquisar os backlinks da concorrência, palavras-chave relevantes, que geram tráfego.
Veja igualmente as tendências recentes sobre o desempenho e outros sites semelhantes que tenham link às suas páginas, dos quais possa não ter tido conhecimento antes. As ferramentas mais populares incluem Ahrefs, SEMRush, Moz e Majestic.

3. Uma ferramenta de rastreamento

A ideia é perceber como o site está estruturado e qualquer compreensão mais profunda que não foi possível encontrar no Google. 

(Nota: Muitos sites não apreciam a sua largura de banda a ser utilizada por rastreadores que não são motores de busca, por isso faça-o por sua conta e risco). 

As ferramentas populares incluem: Screaming Frog, OnCrawl e DeepCrawl.

Para SEO, a concorrência não é uma coisa má. 

Na verdade, é inata na forma como a pesquisa funciona. 

Mesmo que seja o único que alguma vez ofereceu o seu serviço antes, acabará por enfrentar a concorrência. 

Nunca haverá apenas um resultado no Google.

Em vez de se sentir ameaçado, use a concorrência para acelerar a sua curva de aprendizagem e desenvolver melhores estratégias. 

Prever como a competição poderá reagir deveria ser uma parte essencial de como desenvolver as suas estratégias de SEO. 

Uma vantagem para o mundo em rápida evolução digital é que os seus concorrentes podem desenvolver um produto muito rapidamente, por isso tenha este fator em conta.


Como encontrar palavras-chave que vão levar tráfego ao site

Agora que fez a sua pesquisa e expectavelmente já tem informação do seu lado, vamos priorizar a sua lista de palavras-chave para compreender quanto tráfego essas palavras-chave recebem no Google. 

Sem dados de tráfego de pesquisa, poderá acabar por ter como alvo palavras-chave com zero pesquisas. 

Armado com o conhecimento certo, pode visar palavras-chave com centenas ou milhares de potenciais visitantes todos os meses.

Infelizmente, nos últimos anos, a Google restringiu o acesso aos dados atrás da caixa de pesquisa do Google, deixando-nos com duas opções para encontrar dados de tráfego de palavras-chave.

Em primeiro lugar, se tiver uma campanha de anúncios do Google a decorrer e se já estiver a gastar uma quantia modesta, então, pode aceder gratuitamente a esta informação na sua ferramenta Keyword Planner / Planeador de Palavras-Chave no modo inteligente da plataforma Google Ads.

Outra opção é utilizar uma ferramenta paga (muitas têm versões de teste, versões trial para experimentar).

As ferramentas de pesquisa de palavras-chave gratuitas quase desapareceram do mercado, tornando as ferramentas de pesquisa pagas a melhor opção viável para encontrar dados de tráfego para palavras-chave nos dias de hoje.

Precisa dos dados de tráfego por detrás das suas palavras-chave, caso contrário estará a correr às cegas. KWFinder, Kparser, KeywordRevealer são algumas dessas ferramentas, mas há outras.

O que fazer:

Passo 1. Estimar os dados de tráfego de palavras-chave com o Keyword Planner do Google Ads.

https://ads.google.com/home/tools/keyword-planner/

A ideia é aceder a todos os dados suculentos de tráfego fornecidos pela ferramenta.

Precisa de uma campanha ativa de anúncios no Google e deve estar a gastar pelo menos uma pequena quantia de dinheiro regularmente. 

  • Inicie a sessão, clique em «Ferramentas» no menu superior, de seguida em «Keyword Planner» e depois clique em «Get search volume data and forecasts», copie e cole as suas palavras-chave na caixa. 
  • Selecione o seu país e depois clique no botão azul «Get start». Quando terminar, terá a quantidade exata de vezes que cada palavra-chave foi pesquisada no Google.

Dados frescos e atualizado, o tipo de dados de que precisamos.

Agora já sabemos que palavras-chave recebem mais pesquisas do que outras e, mais importante ainda, sabemos que palavras-chave não recebem qualquer pesquisa.

Passo 2. Estimativa de dados de tráfego de palavras-chave com uma ferramenta paga como o KWFinder, Kparser, KeywordRevealer.

KWFinder: https://kwfinder.com/

Se quiser uma ferramenta de investigação com um foco SEO mais forte, então pode usar uma ferramenta paga como o KWFinder. 

Gosto do KWFinder pela sua facilidade de utilização, sugestões de palavras-chave relevantes e dados competitivos.

  • Usando KWFinder como exemplo, crie uma conta e inicie sessão;
  • Selecionar a área local que está a procurar (ou seja: Porto, Portugal, se for esse o seu foco de cliente);
  • Introduza as suas ideias de palavras-chave;
  • Faça download dos dados suculentos. 

Agora pode concentrar-se em palavras-chave com potencial de tráfego, em oposição a perseguir palavras-chave sem tráfego e com poucas oportunidades de crescimento do seu negócio.


Como encontrar palavras-chave para uma classificação fácil na Google

Agora precisa de descobrir quais são as palavras-chave mais competitivas.

Como já tem a compreensão da competitividade das suas palavras-chave, pode descobrir palavras-chave para as quais pode realisticamente ser classificado no Google.

Digamos que quer vender alguns livros em segunda mão e que quer ter como alvo a palavra-chave «livraria online». 

Pode avaliar, na sua lista de palavras-chave, pessoas que têm como alvo  algo como «livrarias de antiguidades online».

Tem a vantagem de, se os seus concorrentes não tiverem pensado, em apontar a sua palavra-chave como alvo. 

Tem simplesmente de fazer melhor SEO do que eles fazem e tem realmente uma boa hipótese de ter uma melhor classificação. 

Parte disto inclui ter uma grande lista de palavras-chave para a sua pesquisa e avaliar os respetivos volumes, para perceber se é ou não uma palavra-chave competitiva.

Tem de «lavar» esta lista e separar as palavras-chave ridiculamente competitivas das palavras-chave fáceis que ninguém está a visar agressivamente.

Há muitas escolas de pensamento sobre como encontrar a competitividade das suas palavras-chave. 

As práticas mais populares estão listadas abaixo, com os meus pensamentos sobre cada uma delas.

1. Manualmente, analisando a lista, olhando para as classificações, e verificando se as páginas de baixa qualidade estão a aparecer nos resultados de topo.

Isto é bom para um rápido olhar para ver o quão competitivo é um mercado.
No entanto, não é fiável e são necessários dados reais nos quais possa confiar.

2. Veja quantos resultados aparecem nos motores de pesquisa, especialmente no Google pela sua palavra-chave.

A quantidade de resultados é listada logo abaixo da caixa de pesquisa, após digitar a sua palavra-chave. 

Esta tática é comum no ensino de SEO, mas está algo desatualizada e não é completamente fiável.

A razão? Pode haver um número muito baixo de páginas concorrentes para uma determinada palavra-chave, mas os sites classificados no topo dos resultados podem ser imbatíveis.

3. Usar a pontuação da concorrência (competition score) na ferramenta de Google Ads – Keyword Planner.

Este é um erro comum dos principiantes, por vezes recomendado como uma forma fácil de julgar a competitividade SEO por palavras-chave.

A pontuação da competição incluída na ferramenta de pesquisa de palavras-chave do Google Ads destina-se apenas a campanhas publicitárias em Google Ads. 

É uma indicação de quantos anunciantes estão a competir pela palavra-chave em particular através de publicidade paga.
Completamente irrelevante para SEO.

4. Usando uma ferramenta de análise competitiva, como o relatório de dificuldade de SEO do KWFinder, SemRush, entre outros.

Para ter uma ideia realista das suas hipóteses de classificação elevada para uma determinada palavra-chave, precisa de ferramentas robustas.

Uma boa ferramenta para isto é o relatório SEO Difficulty do KWFinder. 

Com o relatório de Dificuldade SEO do KWFinder, basta introduzir a sua palavra-chave na sua ferramenta, clicar em «verificar dificuldade», e este mostrará as estatísticas vitais para as páginas que aparecem nos 10 primeiros lugares.

Destas estatísticas, as mais importantes são Autoridade de Domínio, Autoridade de Página, Links e Partilhas do Facebook (sinais sociais)

Se não tiver Alta Autoridade de Domínio ou Autoridade de Página, não se assuste. 

Se o seu site for mais relevante para o tópico, pode muitas vezes aumentar os resultados, concentrando-se na criação de ligações (backlinks) para a sua página e na melhoria dos seus sinais sociais.

Se os sites mais fortes no ranking, por determinada palavra-chave, têm poucas ligações e sinais sociais nas suas páginas, e são sites não específicos, de diretório genérico ou do tipo agregador, está com sorte.

Se introduzir o seu próprio site na ferramenta Site Explorer do Ahref, poderá ver as mesmas estatísticas para o seu site e estabelecer objetivos para vencer a concorrência.

Ahrefs – Conjunto de Ferramentas SEO: https://ahrefs.com/

Munido deste conhecimento, pode caçar para encontrar palavras-chave com níveis razoáveis de tráfego, concorrência fraca e estabelecer metas para quantos links precisa para uma listagem de topo. 

Pode encontrar palavras-chave que os concorrentes estão a utilizar, estimativas das palavras que geram mais tráfego e a proveniência das suas ligações.

Há muitas ferramentas de palavras-chave e de análise de sites. Apoie a sua pesquisa com:

Moz – Explorador de Palavras-Chave: https://moz.com/explorer

Moz – Explorador de Links: https://moz.com/link-explorer

O processo acima delineado é abordagem passo-a-passo, por isso revisite quando precisar.


A melhor defesa é realmente uma boa ofensiva. 

Se a sua estratégia é tão simples que qualquer pessoa com uma ferramenta de pesquisa de palavras-chave e acesso a escritores freelancer pode copiá-la, isso vai acontecer. 

Mais dinheiro = Mais rápido

Contudo, se a sua estratégia for complexa, multidimensional, centrada num conjunto específico de clientes, com um resultado positivo, a concorrência é menos preocupante. 

Quanto mais tempo demorar a construir a sua solução, maior será o avanço que terá sobre os seus concorrentes no momento em que estes repararem no que construiu.

Os esforços de SEO são um investimento e não há retornos rápidos. 

Está a construir um trabalho que só começará a mostrar um retorno no final de um período de tempo, mas, uma vez que resulte, a trajetória ascendente continuará por muito tempo no futuro. 

A partir deste aspeto, penso que existem muitos paralelos ao investimento financeiro.

Leia também:

SEO Google: Oceano Azul VS Oceano Vermelho

Auditoria Digital: 3 práticas na contratação (foco em SEO)

Como otimizar SEO: 35 perguntas para a equipa

Google SEO 2022: Como funciona o ranking para a sua marca

Como aparecer na primeira página da Google: As 3 prioridades SEO

3 prioridades de SEO para a Google ver a sua marca

SEO e a popularidade das palavras-chave na estratégia de marketing

SEO Técnico em 11 passos para otimizar o site.

7 áreas na gestão de empresa para ter Tráfego Grátis – SEO