Marketing de conteúdo pode significar muitas coisas no mundo do marketing. A área de SEO ajuda-nos a clarificar a utilidade da informação para uma estratégia de marketing, através das palavras-chave mais relevantes.

Imagine que trabalha numa empresa de seguros e pretende que a sua marca esteja bem posicionada nos motores de pesquisa, nomeadamente no Google através do termo: “seguro automovel” (sem acento propositadamente).

Para ter uma boa classificação nos motores de pesquisa no termo “seguro automovel“, a marca teria de construir conteúdo no seu site com a menção especifica a esse termo, agregando termos complementares.

Neste artigo, vou partilhar a estratégias e processos práticos, bem como recomendar ferramentas, para que possa desenvolver um bom SEO e não cometer erros comuns na pesquisa de palavras-chave.

Veja este exemplo prático, que realizei a 30 de Novembro 2020.

1.

TOP 5 marcas no Ranking da Google pelo termo “seguro automovel” e respetivo volume de palavras no conteúdo da página web.

1. Fidelidade: 569 palavras
2. Comparaja: 3234 palavras
3. Okteleseguros: 401 palavras
4. Nseguros: 2397 palavras
5. Acp.pt: 255 palavras

  • As páginas web de 1-10 no Ranking da Google, têm em média 1550 palavras de conteúdo escrito nas páginas web.
  • As páginas web de 11-20 no Ranking da Google, têm em média 939 palavras de conteúdo escrito nas suas páginas web.

2

Top 15 palavras-chave mais comuns usadas no URL, nas primeiras 50 páginas web classificadas no ranking na Google.


(Palavras-chave por ordem de relevância no SERP – pesquisa para o termo seguro automovel)

Palavra ChaveNº de concorrentes no ranking com esta palavra-chaveVolume de Pesquisas Mensais na GoogleRelevância
(com base no tráfego e volume de pesquisa dos concorrentes)
seguro automóveis850100%
seguro para automóveis83099%
seguro de automovel826095%
seguro de automoveis826095%
seguro de automóveis826095%
seguro de automóvel826095%
seguros automóveis811095%
seguros de automoveis87095%
seguros para automóveis83095%
seguros automóvel827,10095%
seguros automovel827,10095%
seguros automoveis827,10094%
seguradoras automovel827,10094%
seguradoras auto827,10094%
seguros auto827,10094%

3

TOP 5 palavras mais usadas no conteúdo das páginas, (que são utilizadas mais do que uma vez)

(ordenadas pelo número de ocorrências)

#1 Fidelidade
PalavrasNº de ocorrênciasDensidade
seguro142.46%
automóvel122.11%
úteis50.88%
proteção50.88%
auto40.7%
#2 Comparajá
PalavrasNº de ocorrênciasDensidade
seguro782.39%
automóvel230.71%
auto200.61%
seguradora200.61%
ser180.55%
#3 OKteleseguro
PalavrasNº de ocorrênciasDensidade
ok81.97%
cookies61.48%
auto61.48%
proteção51.23%
veja51.23%

A análise a estes sites podia continuar através da pesquisa das frases mais populares, palavras mais comuns, frases mais comuns, backlinks mais comuns etc.

A maioria das páginas web são construídas sem qualquer consideração pelos motores de pesquisa.

Há muitas empresas que constroem websites e descobrem mais tarde que as palavras-chave que os seus potenciais clientes e visitantes estão a utilizar nas suas pesquisas, não se encontram espelhadas no site.

Muitos websites foram construídos com poucos conhecimentos sobre o funcionamento dos motores pesquisa.

Aqueles que utilizam palavras-chave no site, jogam, muitas vezes, na área da adivinhação. As palavras surgem por palpite ou acaso, frequentemente utilizadas incorretamente.

Por vezes a política da empresa triunfa sobre o senso comum e aposta-se na utilização de palavras sem qualquer relevância nas pesquisas.

Mas neste artigo, explico como escolher palavras-chave que fazem sentido para a sua página, bem como descobrir quais as palavras-chave que os seus potenciais visitantes ao site estão a utilizar para procurar determinados produtos e serviços.

Compreender a importância das Palavras-Chave

Sempre que utiliza um motor de pesquisa, digita uma palavra ou palavras e clica no botão “Pesquisar”.

marketing-digital-frederico

O motor de pesquisa procura essas palavras no seu índice.

Suponha que digita “seguro automovel”. Em geral, o motor de pesquisa procura por páginas que contêm a frase exacta “seguro automovel”.

 1400 auditorias digitais feitas,
  • Páginas que não têm o termo “seguro automovel” mas têm as palavras “seguro” e “automovel” podem ser consideradas pelo motor de pesquisa.
  • Páginas com sinónimos.
  • Páginas que têm links associados a essas páginas e em que o texto do link contém a frase “seguro automóvel.
  • Páginas com links associados a essas páginas e em que o texto do link contém as palavras “seguro” e “automovel”.
  • Páginas que contenham “seguro” mas não “automóvel”, ou vice versa.

O termo palavra-chave, na perspetiva da pesquisa , não significa apenas uma palavra. Significa, simplesmente, o que alguém escreve numa caixa de pesquisa, quer seja apenas uma palavra ou dez.

O motor de pesquisa não mostra necessariamente as páginas na ordem que acabei de listar – todas as páginas com a frase exata, e depois todas as páginas com as palavras em estreita proximidade, e assim por diante.

Ao definir a ordem de classificação, o motor de pesquisa valoriza (para além de centenas de critérios secretos) o seguinte em relação à palavra-chave em questão:

  • Texto em negrito
  • Texto em itálico
  • Listas com bullet points
  • Texto maior do que outro texto da página
  • Texto do título (tags)
  • Texto inserido em links que apontam para a página
  • Img alt
  • Acima da dobra (above the fold)

Criar o conteúdo certo requer muita pesquisa e compreensão do seu público, e esse esforço só vale a pena se tiver um ambiente tecnológico sólido.

Ver também: MarTech Ferramentas de Marketing: Curso Essencial


Identificação de ideias de conteúdo para SEO

A identificação de ideias de conteúdo pode surgir de muitas maneiras, mas em geral não há nada como a palavra-chave “insight search” que os dados de pesquisa fornecem.

Há muitas ferramentas de palavras-chave disponíveis no mercado. (algumas das quais recomendo neste artigo)

Uma vez identificada a frase ou categoria de frases que gostaria de classificar, é necessário identificar o tipo de conteúdo que gostaria de criar.

Se quiser posicionar bem o seu website em relação a uma palavra-chave,é necessário que crie conteúdo a longo prazo, que mencione essa frase/palavra-chave em várias áreas importantes do site, incluindo o URL, o título da página, e o texto da ligação na página.

Com o passar do tempo, é ainda mais importante ter um conteúdo de forma longa, especialmente para termos de pesquisa que são extremamente comuns e competitivos e têm muito conteúdo já classificado nos motores de pesquisa.

A escolha das palavras-chave correctas é fundamental.

Se não jogar o jogo, não pode ganhar.
Se não escolher as palavras-chave certas, nem sequer aparece para jogar o jogo. Se uma palavra-chave específica ou frase-chave (ou talvez um sinónimo) não aparecer nas suas páginas (ou em ligações apontando para as suas páginas), o seu site não aparecerá quando alguém introduzir essas palavras-chave nos motores de pesquisa.

A menos que esteja listado nos resultados da pesquisa local, ou tenha dado ao Google algum motivo para acreditar que o seu site está de alguma forma relacionado com as palavras-chave “seguros automovel”, por exemplo, a sua empresa não vai surgir a uma potencial cliente quando este pesquisar por esse termo.

Análise das palavras-chave: Estratégia SEO

O ponto de partida de qualquer grande estratégia SEO é uma análise minuciosa das palavras-chave.

O que é que as pessoas estão de facto à procura na web.

Ao inciar este trabalho, vai perceber que algumas palavras que tem atualmente repetidas no seu site, são raramente pesquisadas, ao mesmo tempo que descobrirá também que lhe faltam muitos termos comuns.

O termo análise de palavras-chave tem vários significados:

  • Analisar o uso de determinadas palavras-chave por pessoas que procuram produtos, serviços e informação.
  • Analisar da densidade de palavras-chave – descobrir com que frequência uma palavra-chave aparece numa página. Algumas das ferramentas de análise de palavras-chave que pode encontrar são na realidade ferramentas de análise de densidade de palavras-chave.
  • O termo também se refere ao processo de análise de palavras-chave nos registos de acesso do seu website.

Começar a sua análise de palavras-chave em SEO

Imagine que passa centenas de horas a otimizar o seu site para uma palavra-chave só porque considera que ela é boa, importante para o seu negócio. Depois percebe, através da utilização de várias ferramentas específicas do trabalho de SEO, que existem outras palavras-chave que são pesquisadas duas ou três vezes mais, do que aquela em que estava a investir.

Identificar as palavras-chave óbvias

Comece o seu trabalho de SEO por digitar as palavras-chave mais óbvias num editor de texto ou processador de texto.

Digite as palavras que já pensou, e que acha que estão associadas ao seu negócio, ou, se nunca pensou sobre isso, as que lhe vêm mais imediatamente à mente.

Exemplo de palavras-chave “óbvias” para o setor segurador, neste caso, associado ao seguro automóvel:

Palavras-Chave
seguro automovel online
fazer seguro auto online
seguro auto
seguros online automovel
seguro automóvel online
seguro auto online
preço de seguros automoveis
seguro de auto
seguro carros
seguro automovel por um dia
seguradoras de carros

Depois, estude a lista que criou durante alguns minutos. O que mais se pode acrescentar? Que termos semelhantes vêm-lhe à cabeça?

Quando fizer a sua análise de uma forma estatística, vai descobrir que, possivelmente, alguns dos termos iniciais em que pensou não são procurados com muita frequência. Mas esta lista é apenas o começo, para o ajudar a identificar potenciais palavras-chave importantes para o seu negócio.

Continue a ler o artigo para encontrar a lista de ferramentas recomendadas para realizar as estimativas de pesquisas mensais.

Do Brainstorming com colegas às soluções técnicas de SEO

Fale com amigos e colegas para angariar mais ideias de algumas palavras-chave possíveis.

Pergunte-lhes algo como: “Se estivesses à procura do produto ou serviço X, qual era o termo de pesquisa ou as palavras que escrevias? […]”.

Após as primeiras tentativas, dê a todos uma cópia da sua lista de palavras-chave e pergunte se podem pensar em algo a acrescentar.
Normalmente, a leitura dos termos desencadeia uma ideia ou duas, e acabamos por conseguir agregar mais alguns termos à nossa lista.

Erros ortográficos óbvios nas palavras-chave

Verifique a sua lista e veja se consegue pensar em algum erro ortográfico “óbvio”. Exemplo: “seguro automóvel” (sem acento no o).

Se o tráfego de um erro ortográfico for significativo, pode utilizar etiquetas com esse erro. Pense que, muitas pessoas quando pesquisam por algo na Google, normalmente, não se dão ao trabalho de colocar acentos, cedilhas, entre outros.
Isto faz com que, muitas vezes palavras com erros ortográficos tidos como óbvios tenham um volume de pesquisa muito superior às mesmas palavras escritas corretamente.

Uma coisa boa sobre erros ortográficos é que os concorrentes muitas vezes não dão importância aos mesmos, pelo que pode ser mais fácil canalizar esse tráfego para si, sem grandes problemas.

Não subestime a eficácia desta técnica.

Sinónimos nas palavras-chave

Por vezes, palavras semelhantes são facilmente esquecidas.

Os principais motores de pesquisa também consideram sinónimos ao analisar páginas web.

Exemplo: “Automóvel”: viatura, auto, veículo, carro.

Palavras divididas ou fundidas nas palavras-chave

Através da análise de SEO, pode descobrir que, por exemplo, embora o nome do seu produto seja uma palavra, hipoteticamente a maioria das pessoas pesquisa por duas palavras quando quer encontrar determinado produto ou serviço.

Considere o ponto de vista cliente – pense como ele pensa.

Singular e plural nas palavras-chave

Percorra a sua lista e adicione palavras no singular e plural.

Os motores de pesquisa compreendem os plurais e tratam os singulares e os plurais de forma diferente. Por vezes isto pode significar a diferença entre classificação em #1 e a não classificação no ranking de todo.

É útil saber qual o termo pesquisado com mais frequência.
O Serpstat é uma ferramenta muito completa na proposta de variações.

Infelizmente, a própria ferramenta de palavras-chave da Google, está actualmente a agrupar singulares e plurais;

Não se preocupe com as letras maiúsculas e minúsculas.

No contexto deste artigo onde serve de exemplo a palavra chave seguro automovel, pode usar seguro ou SEGURO por exemplo.

A maioria dos motores de pesquisa não são sensíveis a maiúsculas ou minúsculas.

Hífenes nas palavras-chave

Há alguma palavra-chave na sua lista que tenha hífen, mas que muitas pessoas escrevam sem hífen, ou vice-versa? Alguns termos são normalmente utilizados de ambas as maneiras, por isso descubra.

Exemplo: A Serpstat informa, para os termos “comércio-eletrónico” e “comércio eletrónico” qual aquele que é pesquisado com mais frequência.

A palavra “email” tem 90,500 pesquisas mensais em Portugal, enquanto “e-mail” (com hífen) apresenta 9 900 pesquisas mensais, o que revela que é muito menos utilizado nas pesquisas do Google.

Encontre palavras com e sem hífen, adicione à sua lista de pesquisa, e determine o que é mais comum, porque os motores de pesquisa tratam-nas como pesquisas ligeiramente diferentes.

Termos geográficos nas palavras-chave

A geografia é importante para o seu negócio?

Vende seguros só numa cidade em específico ou em várias localidades?

Não se esqueça de incluir termos que tenham em conta a sua cidade, outras cidades próximas, distrito, e assim por diante.


O nome da sua empresa

Se o nome da sua empresa for muito conhecido, acrescente-o à lista, assim como termos de pesquisa associados à sua marca.

Não se esqueça que as pessoas podem estar à procura não só do tipo de produtos ou serviços que fornece, mas também do nome real da sua empresa.


Nomes de outras empresas e nomes de produtos

Se for provável que as pessoas procurem empresas e produtos semelhantes aos seus, adicione essas empresas e produtos à sua lista.

Isto não quer dizer que deva usar estas palavras-chave nas suas páginas (pode em algumas condições, como comparação), mas é bom saber o que as pessoas estão à procura e verificar qual a frequência mensal desses termos nos pesquisa nos motores de pesquisa.

Utilização de uma ferramenta de palavras-chave

Depois de ter elaborado uma boa lista decente de palavras-chave, o passo seguinte é utilizar uma ferramenta de palavras-chave.

Esta ferramenta vai permitir-lhe descobrir termos adicionais em que ainda não pensou e ajudá-lo a determinar que termos são mais importantes (que palavras-chave são utilizadas mais frequentemente por pessoas que procuram os seus produtos e serviços).

Tanto o Google como o Bing fornecem sistemas gratuitos de análise de palavras-chave:

Google Ads:
Google Ads Keyword Planner
https://ads.google.com/home/

Bing Webmaster
Bing Keywords Research Tool: https://www.bing.com/toolbox/webmaster

Para utilizar a ferramenta do Google, é necessário criar uma conta de publicidade Google Ads Pay Per Click (não precisa de gerir uma campanha para usar esta ferramenta, embora vá encontrar restrições se não o fizer).

Para a ferramenta do Bing, precisa de criar uma conta Bing Webmaster e verificar um website.

Sobre a conta Google, consulte o Keyword Planner.
Clique no ícone Ferramentas > Planeamento > Planeador de palavras-chave

planeador palavras chave

Agora selecione a opção “Obtenha volume de pesquisa e previsões”
Insira uma ou mais palavras-chave.
A plataforma vai abrir em “PREVISÕES”. Clique em “HISTÓRICO DE MÉTRICAS”.

plano de palavras chave artigo seo frederico

Pode alterar os Locais: (Portugal, por exemplo), ajustar as Redes de pesquisa Google e o intervalo de tempo da investigação.

No Bing, precisa primeiro de ter uma conta de Webmaster criada e verificar um site. Depois, já dentro da conta do Bing Webmaster, selecione Diagnostics & Tools ⇒ Keyword Research.

Pode utilizar uma série de ferramentas de pesquisa de palavras-chave de terceiros.

Nem todas as ferramentas são gratuitas, mas beneficie do facto de muitas terem uma versão de experiência Trial.

Ferramentas populares de pesquisa de palavras-chave

Ferramentas populares que fornecem pesquisa por palavras-chave (geralmente juntamente com outras ferramentas relacionadas com SEO):

  • Ahrefs.com
  • KeywordDiscovery.com
  • KeywordSpy.com
  • keywordTool.io
  • Moz.com
  • SEMRush.com
  • SEOPowerSuite.com
  • Serpstat.com
  • SpyFu.com
  • Wordtracker.com

Existem também várias ferramentas de palavras-chave, tais como AnswerThePublic.com, que fazem pesquisas simples com base em “sugestões” de motores de pesquisa – em particular Google Autocomplete, por vezes conhecido como Google Suggest. Estas sugestões correspondem ao texto que os motores de pesquisa mostram ao utilizador enquanto este está a digitar palavras-chave na caixa de pesquisa.

curso intensivo marketing digital - frederico carvalho

Pode usá-las como uma ferramenta de brainstorming, mas não fornecem a informação definitiva que necessita para tomar decisões sobre quais as palavras-chave a apostar para um melhor SEO. São um contributo para depois pesquisar o volume mensal de pesquisas.

Trabalhar com a sua ferramenta de palavras-chave

Existem tantas ferramentas à escolha, que percorro em baixo algumas diretrizes que deve ter em conta ao utilizar uma destas ferramentas:

  • Especifique o local em que está interessado.
  • Filtre também por outros fatores – por exemplo, poderá conseguir introduzir uma palavra-chave negativa, uma palavra-chave que não queira ver aparecer em nenhum dos termos de palavra-chave sugeridos.
  • Defina a amplitude das sugestões de palavras-chave – se solicitar palavras-chave estreitamente relacionadas, obterá termos muito mais relevantes para a sua introdução original do que se permitir que o sistema forneça termos amplamente relacionados.
  • Especifique um intervalo de datas e/ou período de tempo (uma média mensal, média anual, etc.)
  • Verifique se há possibilidade de descarregar um ficheiro em excel com o conteúdo com todos os dados das palavras-chave, para uma análise mais detalhada e completa.
  • Invista algum tempo com a ferramenta de palavras-chave com a qual decide trabalhar. Veja as sugestões que a ferramenta faz, escolha as que parecem fazer sentido, introduza-as na ferramenta de pesquisa, e veja as sugestões adicionais da ferramenta.

Embora não seja comum acontecer, diferentes ferramentas de palavras-chave podem apresentar resultados diferentes, devido às fontes de dados que estão a utilizar. Há informação que pode estar a ser extraída apenas da Google ou eventualmente de Parceiros de Pesquisa, como Youtube, Amazon, Bing, entre outros.

Escolher as suas palavras-chave

Quando terminar de trabalhar com uma ferramenta de pesquisa por palavras-chave, olhe para a lista final para determinar o quão popular é realmente uma palavra-chave.

Provavelmente, vai perceber que muitos dos seus termos que tinha na sua lista original, podem sair. Encontrará também outros termos com volumes de pesquisa consideráveis e em que não tinha pensado.

Reveja a sua lista para determinar se tem palavras que possam ter significados diferentes para pessoas diferentes.

Termos ambíguos: palavras-chave

Detectar termos ambíguos é difícil.

Se um determinado tipo de website aparecer quando se procura a uma dada frase, isso significa que as pessoas que usam a frase estão à procura desse tipo de website? Não se pode dizer com certeza absoluta, embora tal pesquisa possa muitas vezes dar a entender que se está a trabalhar com um termo ambíguo.

Termos muito amplos

Reveja a sua lista, para perceber se tem termos que são incrivelmente amplos.

Certifique-se que as pessoas estão realmente à procura dos seus produtos quando escrevem a palavra e não de qualquer outra coisa que se possa associar a esse termo.

Termos demasiado amplos podem gerar problemas como:

  • É difícil de classificar: provavelmente é um termo muito competitivo, o que significa que seria difícil classificá-lo bem e subir no ranking do Google para essa pesquisa em específico.
  • A relevância está noutro lado: talvez seja melhor gastar o seu tempo e esforço concentrando-se noutro termo, mais relevante para o negócio.


Análisar o seu website no contexto de SEO

Os dados do seu Google Analytics, (a ferramenta de análise mais comum) fornecem as palavras-chave que os seus visitantes utilizam quando clicam num link para a sua página web com origem no motor de pesquisa.

Mas há muitas informações de palavras-chave que já não passam por lá.

Faça uso do Google Search Console para avaliar o que os visitantes procuram antes de clicar nos resultados da pesquisa.

Popularidade da sua Página Web e Website

Um dos pilares importantes na área de SEO, é a popularidade.

Muitas vezes, os motores de pesquisa encontram o seu website e páginas web através de links de outros sites.

Atribuem um “factor de confiança” ou factor de qualidade a esses links para determinar se um conteúdo é popular e se deve ser de confiança.

As ligações de websites .gov ou .org são tradicionalmente consideradas como tendo ainda mais poder e qualidade porque são consideradas como autoridades fortes e muito fiáveis devido à sua filiação com o governo ou uma associação.

A melhor maneira de construir ligações para a sua página web é fazê-lo de forma orgânica e merecê-los, fornecendo conteúdos úteis e de alta qualidade.

Isto requer um pensamento estratégico a longo prazo. Requer também uma abordagem combinada que, através de links, associe o seu site a outras páginas, com um bom page rank, autoridade de domínio e outros fatores que abordados no meu Curso de SEO. Desta forma, pode incorporar ligações em sites fiáveis e com boa classificação que vão para o seu conteúdo (que está a tentar classificar).


No lado oposto, as marcas precisam também de estar vigilantes e controlar regularmente as ligações “tóxicas”, provenientes de páginas de baixa qualidade.

Felizmente, os motores de pesquisa fornecem uma opção de rejeição de links através da sua Google Search Console. Pode ainda fazer isto utilizando ferramentas de monitorização de sítes, que lhe permitem marcar os links recebidos como sendo de baixa qualidade e instruí-los a “rejeitar” ou ignorar esses links.

Muitas ferramentas de SEO têm uma característica que verifica a qualidade dos links que apontam para o seu site, e fornecem-lhe uma lista eventualmente para depois avaliar em cada plataforma de motor de pesquisa e não admitir links de má qualidade.

Para impulsionar as ligações, nada funciona melhor do que criar conteúdos úteis e únicos.

Se gostava de aprender mais sobre SEO e otimização do seu website nos motores de pesquisa de forma orgânica, veja o meu curso online de SEO, disponível aqui.


FAQ – PERGUNTAS FREQUENTES

Como identificar ideias de conteúdo para SEO?

A identificação de ideias para conteúdos pode surgir de muitas maneiras, mas em geral não há nada como a palavra-chave “insight search” que os dados de pesquisa fornecem.

Há muitas ferramentas de palavras-chave disponíveis no mercado. Independentemente daquela que utilizar, é muito importante ter em conta:

> Analisar o uso de palavras-chave por pessoas que procuram produtos, serviços e informação.

> Analisar da densidade de palavras-chave – descobrir com que frequência uma palavra-chave aparece numa página. Algumas das ferramentas de análise de palavras-chave que pode encontrar são na realidade ferramentas de análise de densidade de palavras-chave.