Criar um ou mais blogs está entre as muitas formas de captar tráfego (visitantes) e potenciar uma comunidade de seguidores leais. «Como criar um blog» é uma das perguntas mais comuns na internet, por isso, neste artigo, vou explorar a infraestrutura multicanal para ser bem sucedido.

Se pretende ou vende produtos / serviços a partir do seu website ou blog, então é essencial que saiba como trazer tráfego aos seus ativos digitais.

Para criar um blog, é importante seguir alguns procedimentos para ter sucesso. Não me refiro apenas aos melhores preços, registo de domínios e alojamento de sites, mas também eventuais funcionalidades que fazem o seu blog brilhar.


Qual a utilidade de um blog para uma marca?

O primeiro passo é decidir se quer um blog com um nome próprio, com marca própria independente num espaço só seu, ou vai dar preferência por integrar essa área de conteúdos num website já existente.

Opção A: Se vai criar um blog independente como uma marca própria, pense no nome do domínio.  Esse nome deve ser fácil de lembrar e alinhado estreitamente com o tópico do blogue. Quando os leitores veem o endereço URL, sabem exatamente sobre o que estarão a ler quando lá chegarem.
Exemplo: teletrabalhoweb.com ou comprarcasalisboa.net

Opção B: Recomendo que quem já tem site e poucos recursos humanos crie uma área de conteúdos no site, assumindo para o contexto que será um blog.

Um blog, no seu website, pode fornecer uma plataforma para permitir que a sua voz seja ouvida e interagir com o seu público-alvo. 

O blog do seu site será um eixo para ampliar o seu alcance com comunidade para atrair uma audiência específica interessada no acesso regular de conteúdos frescos e oportunos que podem ser ligados e partilhados através de vários canais pela internet.

As publicações no blog podem ser publicadas mais rápida e facilmente do que as páginas estáticas na web. 

Os posts podem cobrir qualquer matéria relacionada com o seu negócio ou indústria. 

  • Se for aprovada nova legislação, escreva um artigo atempado explicando o impacto da nova lei nos seus clientes. 
  • Se participar num evento da indústria, pode usar o seu blog para partilhar dez ideias sobre o que aprendeu e como essa informação pode ajudar outras pessoas.
  • Um blog de uma empresa automóvel terá dicas sobre reparação de automóveis e condução.

As possibilidades são infinitas e o software do blog é extremamente simples, tornando a criação de um post bastante indolor.


Os primeiros passos para criar um blog

Se está a planear criar um blog, deve decidir sobre o que vai escrever.

Idealmente, o blog divulga ideias ou informações relevantes para as suas perspetivas de negócio. 

Explore as suas palavras-chave com plataformas que facilitem recolher as melhores ideias de conteúdo e nichos para o seu público, sempre que precisar.

  1. Entre na plataforma answerthepublic.com
  2. Insira uma palavra-chave para a qual deseja saber informações. Depois selecione um País e a língua desejada.
como criar um blog - pesquisa de conteudos

Na imagem, inseri a palavra «carros» e gerou-me muitas ideias.
Cliquei depois no canto superior esquerdo na palavra «Data» para ter uma visão em colunas mais organizada.

Uma vez conhecidos os tópicos em que o blog se vai concentrar, está na altura de pensar no tom da sua escrita. Pode ser mais conversador e mais pessoal do que no seu website principal. Ou conteúdos diretos ao assunto.

Há alguns escritores que complementam os seus textos, com os seus próprios pensamentos («A sério?») e reações («Isso é fantástico!»).

Deve decompor qualquer tópico em informação útil que seja amigável e interessante.

O ambiente do blog é perfeito para mostrar personalidade e ajudar as pessoas a sentirem que se podem relacionar com a sua empresa ou organização. 

As melhores marcas encorajam os funcionários da empresa a criar conteúdo, representando a empresa, tornando-se conhecidos como indivíduos reconhecíveis na indústria, líderes de pensamento no setor, por escreverem um determinado conteúdo especializado. 

Quando uma marca dá poder aos seus escritores em blogs (ou redes sociais) para serem eles próprios enquanto trabalham, o público vê as pessoas por detrás do logótipo. De repente, a sua marca torna-se mais humana e mais confiável. E as pessoas sentem que o conhecem.


Criar um blog: As áreas técnicas

Em relação às plataformas, tem duas opções:

A versão mais simples e básica:

  • sapoblogs
  • medium
  • blogspot
  • tumblr

A versão ideal:

  • WordPress

Se optar pela versão simples, podemos despedir-nos aqui, porque não irei agregar valor.

Para a versão ideal, recordo os dois caminhos possíveis: 

Opção A: Blog independente como uma marca própria
– Precisa de comprar um domínio: asuamarca.com 11€ / anual
(O seu domínio idealmente deverá ser .com, .pt ou .blog) Escolha uma extensão que reflita a persona do seu blog)
– Um alojamento web: 40€ / anual
– Certificado de Segurança 11€ / anual

Pessoalmente, trabalho e recomendo a WebHS.

Agora, há inúmeras opções como a Bluehost, InMotion Hosting, GoDaddy, 1&1, HostGator, Google Domains, mas, quando precisar de suporte ao cliente com qualidade, com plataformas estrangeiras, é todo um outro filme.

Opção B: Se já tem um site, idealmente com um gestor de conteúdos em WordPress, não tem despesas adicionais e menos preocupações.


Criar um blog: Utilização de Personas para definir o seu público

Na perspetiva do seu cliente-alvo, pode criar uma persona – personagem fictícia baseada em todos os dados de clientes que acumulou.

Uma persona inclui a forma como uma pessoa age, fala, pensa, acredita e assim por diante. A persona ideal será um perfil que representa o seu público-alvo com base em médias calculadas dos processos de compra dos seus clientes, objetivos e demografia.

As empresas utilizam personas como «arquétipos» de utilizadores. 

Estes arquétipos são uma compilação de traços gerais de personalidade, comportamentos, desejos e necessidades atribuídos a um tipo de cliente-alvo, que podem ser aplicados a uma categoria maior de tipos de clientes. 

Isto ajuda a orientar as suas decisões relativamente ao lançamento de produtos, novas características, interação com o cliente e conceção de sites e blogs. 

É mais fácil avaliar o seu site a partir da perspetiva de alguém como o Zé Manel ou Cátia Vanessa do que apenas imaginar um vago grupo de clientes. 

Ao compreender os objetivos e padrões do seu público, a sua empresa pode criar arquétipos para ajudar a criar serviços que satisfaçam um grupo específico e altamente visado.

como-criar-um-blog-formatos-2022-

Imagine uma empresa no ramo imobiliário:

  • Uma persona que personifique alguém que procura a primeira habitação vai obrigar que a sua empresa seja muito boa a pensar em todos os comportamentos, desejos e necessidades atribuídos a perfil de cliente que procura a sua primeira casa.
  • Pode depois criar outra persona, projetado no tema dos vistos gold, ou investimento imobiliário a pensar na reforma.

O seu objetivo é criar uma persona que englobe a imagem mais completa do seu público-alvo. De facto, pode querer criar várias personas, dependendo dos vários objetivos do seu site e de quão variados são os seus clientes. 

A Maria acabou de ser mãe de dois filhos, tem motivações diferentes para estar no seu site/blog, em comparação com a Joana, solteira, sem filhos, executiva de vendas com alto poder de aquisição, ou o Paulo, um estudante universitário. 

Criar mais do que uma pessoa permite-lhe produzir o máximo de apelo aos seus clientes da vida real.

 A criação de persona eficaz ajuda-o a:

  • Compreender (e ter em mente) os objetivos e crenças do seu público-alvo
  • Desenvolver a voz mais eficaz (a representação da sua marca no seu conteúdo web) para o website da sua empresa
  • Determinar que produtos/características são e não são aceites.


Formatos de conteúdo de blog mais populares (no mundo)

formatos de conteudo mais utilizado

Durante uma pesquisa realizada pela Statista, 77% dos bloggers afirmaram que os artigos de instruções era o formato de conteúdo de blog mais popular. 

Notícias e artigos de tendências ficaram em segundo lugar, com 49% dos bloggers que responderam, afirmando que publicaram conteúdo nesse segmento no ano passado.


Criar um blog: Mãos na Massa

O WordPress é o sistema de gestão de conteúdos (CMS) mais utilizado para muitos bloggers, bem como para a conceção de websites. 

Muitas empresas de alojamento oferecem o acesso ao WordPress.

Se comprar um alojamento web em linux com a WebHS, através do CPANEL, pode solicitar a instalação do WordPress de forma gratuita.

ATENÇÃO: Não compre pelo site wordpress.com. É um serviço muitíssimo mais caro e com recursos muitíssimos limitados.

Plataformas de blogues

WordPress, plataforma de software de código aberto, é a mais utilizada para a criação de blogs.

O WordPress permite criar com temas gratuitos ou, se preferir, também pode comprar temas gráficos pagos e instalar (ou pedir a uma agência um blog personalizado e único). Espreite o site themeforest.net com inúmeros temas gráficos WordPress, preços acessíveis. Mas reforço: o WordPress já vem com temas gráficos gratuitos.

Se está na fase de instalação, existe a versão para download que pode obter gratuitamente em WordPress.org. 

Certifique-se de que tem o acesso à totalidade do seu gestor de WordPress especialmente à possibilidade de inserir plugins.

blog com wordpress

O WordPress é fácil de instalar e de trabalhar, tem muitos plug-ins e widgets, oferece capacidades de comércio eletrónico, e suporta, para os mais expeditos em programação, a possibilidade de personalizar HTML, CSS e JavaScript.

Uma das alternativas é a Blogger, uma plataforma básica, propriedade da Google, onde pode ligar o seu blogue ao seu website. Isto é essencial, se quiser usar o Google AdSense para colocar anúncios no seu blogue e ganhar algum dinheiro (embora seja preciso um grande volume de tráfego para gerar alguns cêntimos).

Uma das condições para que o seu website seja aprovado para o AdSense no seu blogue, é que possa editar HTML no seu site. Uma vez aprovado, pode colocar o código do AdSense no seu site ou blog. O seu site deve também estar ativo há pelo menos seis meses como parte do processo de aprovação.

Escrevi mais sobre o tema neste artigo:

Uma vez aberta a sua conta no Blogger, pode decidir o tema que pretende abordar e o layout da página, criar campanhas, criar um email para as pessoas o contactarem e definir os parâmetros de comentários. 

Se já tiver uma conta Google, como o Gmail, a sua conta no Blogger reconhece-o como cliente do Gmail.

Alternativamente, pode também comprar um nome de domínio separado para que o seu blogue seja lá colocado, sem relação com o seu website, e pode utilizar os Domínios Google para obter o novo nome de domínio e criar a conta Blogger. O seu blog continua a ser alojado pelo Blogger, tal como acontece quando anexado ao seu sítio web.

O YouTube, também propriedade da Google, é uma das maiores plataformas globais de alojamento de vídeo nas redes sociais, na qual também pode utilizar o Google AdSense. Tanto para o Blogger como para o YouTube, é necessário percorrer as suas contas criadas para cada um para fazer um pedido de aprovação do AdSense. 

Tumblr é outro site de blogues que é fácil de utilizar. Pode selecionar os tópicos que deseja observar no seu feed e também pode voltar a publicar no seu próprio blog. O seu painel oferece a possibilidade de adicionar mensagens com texto, GIFs (formato de intercâmbio gráfico), áudio, fotografias, citações, links e participar na comunidade Tumblr com outros membros. O Tumblr também se integra com as redes sociais, facilitando o cruzamento da maioria das plataformas com um link.

O Typepad é outro local para criar o seu blog. Pode obter um teste gratuito de 14 dias para ver como funciona, e o preço começa em $8,95 por mês. O Typepad também suporta a utilização de publicidade, mas certifique-se de que sabe quais as redes de publicidade que ele permite.

Em resumo:

Existem muitas mais plataformas de blogues, mas certifique-se de que pode adicionar o Google AdSense ou outras redes de publicidade se quiser rentabilizar os seus blogues. 

Também pode consultar as empresas de alojamento web e perguntar se oferecem uma plataforma de blogging. A maioria instala gratuitamente e oferece o acesso ao Gestor de Conteúdos WordPress. Comigo foi assim.

Outras plataformas como a Weebly, Wix.com, Squarespace, GoDaddy, HostGator, tem a facilidade de construir um site institucional ou comercial e depois adicionar um blog.

Em todo o caso, reforço que o ideal é ter WordPress.

como criar um blog wordpress

Para ver exemplos de blogues bem escritos e bem-sucedidos, recomendo:


Integração com CRMs e Carrinhos de Compras

Se quiser vender a partir do seu blog, o WordPress pode ser a sua melhor escolha de plataforma de blogging. Com o WooCommerce, um popular plug-in WordPress, pode adicionar uma extensão como funcionalidade de comércio eletrónico, incluindo receber encomendas e pagamentos online, no seu blogue ou website WordPress (https://woocommerce.com).

A plataforma responde com ecrã a dispositivos, tais como telemóveis, facilitando aos clientes a compra nos seus telefones. Sempre que uma venda é realizada, pode configurar a sua conta para receber uma notificação por telefone ou por email.

Também pode adicionar descontos automáticos, oferecer cupões e até mesmo oferecer produtos de venda. Deve sempre verificar se existe um sistema de correio ligado ao carrinho de compras, que pode utilizar para enviar avisos aos seus clientes sobre vendas ou eventos especiais.

Outras empresas de comércio eletrónico a consultar são: Shopify (maior do mercado) BigCommerce, Squarespace, Shopify, LemonStand, entre outras. 

O mais importante é fornecer ter uma plataforma rápida e ágil. Garanta um bom serviço ao cliente e uma possível expansão à sua loja ao longo do tempo.

Se estiver a construir um site de membros, considere a utilização de MemberGate, especificamente concebido para tais sites, como a sua plataforma de software (www.membergate.com). Trata de todas as principais funções, incluindo a inscrição como membro, pagamento, faturação mensal, correio eletrónico, gestão de conteúdos, e muito mais. 

Também pode ligar o Google Analytics para monitorizar o tráfego, incluindo de onde os clientes vêm, o que ajuda a afinar as suas estratégias multicanal para ser mais eficiente.

Esta estatística apresenta a frequência com que os bloggers acedem à análise de tráfego relativamente ao seu conteúdo online. Durante um inquérito recente realizado pela Statista, verificou-se que 32% dos inquiridos verificavam sempre a análise dos seus posts no blogue.

estatísticas de bloggers em blogs


Escrever Postagens de Blogs

Se estiver apenas a começar a escrever no blog, poderá encontrar-se a olhar para aquele ecrã em branco, perguntando-se o que poderá escrever sobre isso que interessaria aos seus futuros seguidores. 

Pode começar com um breve post de boas-vindas, que lhe dá uma pequena ideia do porquê de ter iniciado o seu blogue. Poderá ter um website que oferece serviços ou produtos, pelo que pretende alinhar o seu texto e o conteúdo com o que é oferecido nesse website.

Escolha um problema com o qual o seu serviço ou produto possa ajudar.
O ideal é fazer um enquadramento, com uma história sobre como teve um problema que resolveu, criando um serviço para colmatar a lacuna no mercado. 

O blog é uma ferramenta para criar um processo de contar histórias e não uma tentativa de vender forçado diretamente. 

A maioria das pessoas que vêm ao seu blog querem aprender algo novo, em vez de apenas serem vendidas a frio. 

O seu blog é o local perfeito para apresentar a sua marca mais humanizada e personalizada.

Dependendo do tipo de empresa que dirige, pode ser informal e aberto, ou pode decidir que o tom do seu website dita que adote uma abordagem mais profissional. 

Só o responsável pela redação de conteúdos pode tomar essa decisão ao construir a sua imagem e marca, tanto para a empresa como para si próprio como para o seu proprietário.

Escrever um artigo só porque sim não trará nenhuma vantagem.
Se aplicar técnica ao artigo, sim.

artigo-blog-seo-marketing

É importante instalar um plug-in de SEO e eu recomendo o rank-math (preferido) ou, em alternativa, o Yoast SEO do WordPress.

Após terminar o seu post, mas antes de o publicar, escolha as palavras-chave relevantes que os leitores mais provavelmente pesquisarão no Google e adicione-as. As plataformas de SEO à medida que vai escrevendo dão-lhe algumas pistas do que pode melhorar.

Se desejar aprofundar este conhecimento de SEO, confira o meu curso de seo >

As versões premium destes plugins compensam, tendo acesso a funcionalidades que agilizam o seu entendimento e otimizam tempo.

Os plugins de SEO utilizados num website WordPress também controlam a página que aparece nos resultados de pesquisa do Google, tal como a página inicial (ou índice) de um website, em vez de uma página secundária. 

Além disso, cria os mapas de site XML, incluindo imagens em posts, e envia essa informação ao Google e ao Bing.

Uma vez ativado os plug-ins de SEO, podem também integrar a análise de conteúdos e fornecer relatório de análise da performance dos posts

Esta análise pode dizer-lhe se precisa de adicionar a sua palavra-chave numa etiqueta alt para as suas imagens ou uma informação sobre o facto da sua palavra-chave não estar no título da sua página. 

Mas isso é apenas uma pequena parte do que pode fazer com esta combinação. 

Também pode conduzir joint ventures com outras empresas realizando posts de convidados (guest-post), a menos que seja pago para fazer um blogue de convidados. Esta é outra forma de promover o seu website e blog. 

A ideia fundamental é ter backlinks, ou seja, URLs de outras páginas a apontar para o seu site / blog. 

Como os bloggers promovem as suas publicações (mundial)

como-bloggers-promovem-as-suas-publicacoes

Durante uma pesquisa de 2021 com bloggers online, 90% dos entrevistados afirmaram usar as redes sociais para direcionar tráfego para os seus posts, enquanto 10%  cooperam com influenciadores para esse fim. Os serviços pagos foram utilizados por 13% dos entrevistados.

Leitura complementar

Como gerar mais visitas ao site com marketing online (2022)

Como identificar as páginas que se classificam para determinadas palavras-chave? (SEO 2022)

O que é marketing e marketing digital?

Quer aprender mais comigo?

Outras referências: empresa de consultoria > consultoria empresarial >